terça-feira, 26 de maio de 2015

Programação Corpus Christi Cachoeira dos Cristais

 Feriado em Festa na Cachoeira dos Cristais - O atrativo mais atrativo da Chapada!!!
 Traga os amigos e venha curtir com a gente!!!

05 jun - São Rock FORROCK com trio de forro e Thiago Coimbra e Banda

06 jun - BlackRockMusic com Thiago Coimbra e Banda e DJ Dante

Das 22hs as 04hs
Ingressos: R$ 10 (mulheres não pagam até as 00hs)




Bistro Nomade


sábado, 16 de maio de 2015

Faça um ensaio fotográfico na Chapada dos Veadeiros !


Vendinha 1961



Ambiente acolhedor para reunir os amigos e prosear.
O melhor pastel da Chapada dos Veadeiros, porções, caldos, cervejas, cachaças

Endereço: Av. Ary Valadão Filho 787 
Alto Paraíso de Goiás - Chapada dos Veadeiros
Telefone: 62. 3446.1212
Curta nossa página no facebook: https://www.facebook.com/vendinha1961





Dois dedos de Prosa

As vendinhas dos “Seus”... Nesses caminhos da vida quem nunca entrou numa vendinha?
Coisa de infância, coisa de interior, coisa nossa, das boas coisas da vida.
Nessas ruas da Chapada, na Vila, no Alto, no meio do caminho, onde está Seu Valdomiro, seus licores, sua matula, sua prosa, sua viola, nossa cultura.
Nessas vendinhas dessa terra linda, onde se ergue a esperança. Um recomeço pós garimpo, um almejo de menino, vem Seu Corinto e seu “diamante de cristal” abrir as terras da Vila, fazer dela nossa terra natal.
Após o criação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (Patrimônio Natural da Humanidade – UNESCO), no ano de 1961, as vendinhas começaram a ser ponto de encontro dos visitantes também.
Na Vila de São Jorge, terra de gente guerreira, onde ainda mora Seu claro, sua rede, sua Vendinha de histórias pioneiras, tem concurso de piadas e conversa certeira, roda de violão e muita animação.
In memória relembro da Vendinha do Seu Pelé, seu público juvenil, de tardes e pôr do sol, seu reggae no centro da Vila, encaminhando a boêmia para noites mal dormidas e muito bem vividas.
Ainda de coração, o saudoso Seu Zé Tourinho, a qualquer hora da noite estava ele, tímido, filosofando a vida. Mas logo de manha servia o cafezinho.
Subindo mais um pouco, já em Alto Paraíso, na avenida principal havia Seu Elpídio, de tecidos, panelas, sapatos a braguilha, o velhinho sempre abria e servia a criançada, que no caminho da escola ia comprar doces.
Nossa avenida das Vendinhas, tinha um Secos e Molhados, lá também tinha balinha, tinha sinuca, coisas de gente grande, e tinha uma vantagem, como na venda tinha bebida, a criança ganhava a vida, ia com centavos comprar balinha e ganhava a mão cheinha, logo Seu Tellinus dispensava: “Vá pra escola criançada”.
Tanta gente pra homenagear, Tonho e Maria, Galego, Seu Natalão é prosa pra muita roda...
Para manter a tradição e alegrar nossa amada Chapada dos Veadeiros, fundamos no dia da abolição da escravidão (13 de maio) a “Vendinha 1961” para homenagear os povos tradicionais da região: Kalungas, garimpeiros e sertanejos, criando um ambiente que relembre as antigas vendinhas, onde se encontrava de tudo um pouco, além de ser o melhor ponto de encontro para boas prosas entre velhos e novos amigos.

Bem Vindos a Vendinha 1961, aqui nos dividimos o sonho com vocês!

Texto: Yasmine Elis e Melissa Maurer





Festa no Santo Cerrado Vem Brincar com a gente III